Congresso nordestino lança carta de proposições

O Congresso Nordestino de Educação Médica (Conem) aconteceu na Faculdade de Medicina de Olinda (FMO), nos dias 26 e 27 de abril. Os participantes discutiram os desafios enfrentados pela educação médica no país, especialmente na região Nordeste. A partir dos trabalhos, foi elaborada uma carta de proposições.

Entre os destaques da carta esteve a defesa do SUS como uma das principais diretrizes das escolas médicas, por ser cenário de aprendizagem prática da saúde e norteador das necessidades e competências para a formação dos médicos. O documento salienta ainda a formação de médicos voltados para a saúde da família e comunidades como um dos mais importantes objetivos das escolas. Defende que as mudanças realizadas no Programa Mais Médicos têm que partir do patamar dos ganhos já trazidos pela iniciativa e que os planos de carreira para os médicos do serviço público são a principal estratégia para garantir a presença de profissionais em áreas remotas ou desprovidas de recursos.

Também fazem parte da carta a importância de as escolas médicas garantirem padrão de qualidade técnica, humanística e social para seus egressos e darem atenção à saúde mental dos estudantes, residentes e professores, desenvolvendo ações profiláticas e de acompanhamento nas suas comunidades.

Conheça a ABEM

Notícias Recentes

A Abem também se vacina

André Abreu Jr., diretor médico residente da Abem, foi o primeiro membro do Conselho Diretor da entidade a ser vacinado. Iniciou-se nesta quarta-feira,…

ver notícia >