O que é a ABEM

A Associação Brasileira de Educação Médica (Abem) iniciou sua história em 1962 e promoveu já no ano seguinte a primeira reunião técnico-científica na área, que daria origem ao Congresso Brasileiro de Educação Médica (Cobem). É sociedade civil de âmbito nacional com personalidade jurídica própria, de utilidade pública. Possui associados institucionais – centros, faculdades, escolas, instituições e cursos vinculados a educação médica –, individuais, honorários e beneméritos. Realiza projetos e ações em prol do desenvolvimento da educação médica no Brasil, com diretorias regionais que promovem atividades em todas as regiões do país.

Associe-se à Abem (clique aqui)

MISSÃO
Desenvolver a educação médica visando a formação de um profissional capaz de atender às necessidades de saúde da população, contribuindo para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária.

VISÃO
Ser reconhecida como a principal protagonista de melhorias na educação médica brasileira, representante de seus associados, influenciando as políticas públicas de educação e saúde.

OBJETIVOS

  • Aprimoramento da educação médica por meio do congraçamento das escolas médicas e de saúde pública do Brasil, com vistas a atender às necessidades médicas do país.
  • Aperfeiçoamento dos métodos de ensino nas instituições de ensino médico, compreendendo desde o processo de ingresso e avaliação do ensino-aprendizagem, até o estudo e o aperfeiçoamento das teorias de educação médica.
  • Apoio e aperfeiçoamento da pesquisa científica na área das ciências da saúde, específicas e conexas.
  • Aperfeiçoamento contínuo do pessoal docente das faculdades e escolas de medicina e de saúde pública, inclusive pela promoção do intercâmbio entre educadores médicos nacionais e estrangeiros.
  • Contribuição para a educação continuada dos profissionais da área da saúde, por um processo de interação permanente, que realimente os programas curriculares para adequá-los às necessidades brasileiras.
  • Estabelecimento de relações de cooperação e participação efetivas com os órgãos representativos do corpo discente das entidades filiadas.
  • Desenvolvimento de estudos voltados para o estabelecimento de requisitos mínimos para credenciamento dos hospitais que servem às entidades filiadas para fins de internato e residência médica, em comum acordo com os órgãos legalmente encarregados dessa tarefa, bem como as entidades representativas dos interessados.
  • Aperfeiçoamento da organização técnica e administrativa das escolas médicas, de saúde pública, bem como dos hospitais que servem ao ensino.
  • Relacionamento com as instituições congêneres das demais profissões da saúde.
  • Presença marcada por participação, colaboração e/ou crítica perante órgãos de educação e saúde do país, em nível nacional, estadual ou municipal.
  • Assessoria, dentro das possibilidades, a associados e a entidades interessadas no ensino médico.
  • Defesa dos interesses das instituições filiadas.

Conteúdos Relacionados

Feliz Dia do Professor

“Somos uma inteireza”, como aprendemos com Paulo Freire. E assim, em nosso cotidiano, no exercício da educação democrática que está sempre no coletivo, permanecemos construindo

ver notícia >

Conheça a ABEM

Notícias Recentes