Nota coletiva pede adiamento do Enem

Cerca de 50 entidades do setor educacional e de saúde no Brasil apresentaram nesta sexta-feira, 8 de janeiro, uma carta dirigida ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) expressando preocupação com a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), prevista para iniciar-se em 17 de janeiro. Segundo o texto, as propostas apresentadas pelo Inep como medidas de segurança para evitar a infecção pela Covid-19 “não são suficientes para garantir a segurança da população brasileira, num momento de visível agravamento da pandemia no país”.

A carta, que também é assinada pela Abem, afirma que é necessário adiar o Enem e coordenar planejamentos para garantir as condições pedagógicas e sanitárias para que todos os estudantes possam participar do exame.

Confira aqui a carta na íntegra.

Conheça a ABEM

Notícias Recentes

A Abem também se vacina

André Abreu Jr., diretor médico residente da Abem, foi o primeiro membro do Conselho Diretor da entidade a ser vacinado. Iniciou-se nesta quarta-feira,…

ver notícia >